Famílias indígenas da etnia Xavante, que residem nas 23 aldeias localizadas entre as cidades de Primavera do Leste e Poxoréu, receberam 300 cestas básicas do programa Vem Ser Mais Solidário, liderado pela primeira-dama de Mato Grosso, Virginia Mendes.

A distribuição dos alimentos foi realizada nesta quinta-feira (22.04), por meio da Superintendência de Assuntos Indígenas da Casa Civil do Governo de Mato Grosso.

A entrega faz parte das ações de enfrentamento à pandemia da Covid-19 e a expectativa é que, somente este ano, sejam distribuidas 25 mil cestas contendo alimentos e kits com produtos de limpeza e higiene pessoal aos povos indígenas de todo o Estado.

“No ano passado fizemos a distribuição de 18 mil cestas básicas e neste ano vamos chegar a 25 mil, que serão entregues nas 43 etnias de todo o Estado, com uma atenção especial ao povo Xavante que atualmente é quem vive numa condição mais carente. A pandemia agravou bastante a situação de miserabilidade, além de levar vários caciques. A primeira-dama Virginia Mendes nos determinou que sejam atendidas da menor até a maior aldeia, sem distinção, então nós vestimos a camisa porque este Governo realmente não está medindo esforços nem investimentos nessa área”, afirmou o superintendente de assuntos indígenas da Casa Civil, Agnaldo Santos.

De acordo com Santos, cada família irá receber 2 cestas básicas nesta etapa da distribuição. Além disso, nos próximos meses, o Governo de Mato Grosso irá realizar a entrega de mais insumos e também de cobertores.

Os representantes das aldeias agradeceram a doação e destacaram a importância da entrega neste período de pandemia.

A cacique Dona Santa, da Aldeia Santa Fé, disse que esta é a primeira vez em que eles percebem o cuidado do Governo do Estado com seu povo. “Queremos agradecer muito a dona Virginia Mendes e ao governador por lembrarem do nosso povo. Nossa situação é muito difícil e hoje é um dia que estamos alegres por receber esses alimentos do Governo do Estado”, agradeceu.

“Estamos vendo muito trabalho desse Governo e isso é muito importante, eu agradeço essas cestas básicas, porque o coronavírus aumentou as nossas dificuldades. Muito obrigado, só podemos agradecer”, completou o cacique Odoni Antão, da Aldeia Serrinha.

console.log(‘Aud01’);