O juiz da 1ª Vara da Fazenda Pública de Várzea Grande, José Luiz Lindote, suspendeu na tarde desta segunda-feira (1º), a audiência de conciliação entre os representantes das prefeituras de Cuiabá e Várzea Grande para julgar o pedido feito pelo Ministério Público Estadual (MPE), sobre o fechamento do comércio nas duas cidades pelo prazo de 14 dias.

A suspensão aconteceu a pedido do próprio MPE, após o governador Mauro Mendes (DEM) decretar o fechamento do comércio entre 19h e 5h e toque de recolher, das 21h às 5h, em todo o estado, para conter o avanço do novo coronavírus.

“Acolho integralmente a cota ministerial retro e suspendo a audiência designada no presente feito. Ciência ao MP. Int e diligências necessárias. Cumpra-se com o necessário”, conta na decisão.

NOVAS MEDIDAS

O Governo de Mato Grosso anunciou novas medidas restritivas que visam frear o contágio da covid-19 no estado,  a exemplo de restrição de horários para atividades econômicas e toque de recolher após às 21h (veja todas as normas ao final da matéria).

O decreto foi assinado pelo governador Mauro Mendes nesta segunda-feira (01.03), após reunião com os Poderes, instituições e prefeitos dos 141 municípios.

Leia mais: MT decreta toque de recolher, proibição de atividades das 19h às 5h e multa para infratores