A Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) entrará, a partir desta quarta-feira (24), em lockdown devido ao recente surto de casos do novo coronavírus. A informação foi confirmada pelo ainda presidente da Casa de Leis, deputado Eduardo Botelho (DEM, na manhã desta terça-feira (23).

O parlamentar disse que a previsão é que o fechamento total da Assembleia se estenda por pelo menos uma semana, podendo chegar a dez dias. “Depois, faremos uma avaliação. É uma decisão da maioria dos parlamentares, a Comissão da Saúde já recomendou isto também”, disse Botelho.

“Nós já estamos com esse lockdown previsto para começar,  7 ou 10 dias fechar totalmente isso aqui. E depois nós faremos uma avaliação disso. Então, isso está praticamente fechado já”, afirmou ele.

Botelho ainda falou sobre os infectados, sendo eles deputados e funcionários da AL. “Estamos com muito casos de covid-19, incluindo três deputados que ficaram bem ruins. Um deles [Valdir Barranco] está entubado, infelizmente. Temos vários funcionários com a doença também. É um ambiente fechado, de muita circulação de pessoas”.

Informações extraoficiais apontam que seriam pelo menos 35 casos apenas de reinfecção pelo coronavírus na Assembleia Legislativa de Mato Grosso. Com o fechamento, as sessões ficarão suspensas neste período.