A prefeitura de Barra do Garças, a 516 km de Cuiabá, suspendeu a aplicação da 2ª dose da vacina contra a Covid-19 por falta de doses, nesta quinta-feira (29). Esse é o segundo município a suspender a campanha por falta do imunizante Coronavac.

Na semana passada, Rondonópolis também suspendeu a imunização, mas retomou no início desta semana. No entanto, após o estoque chegar ao fim pela segunda vez, a campanha também foi suspensa nesta quinta-feira (29).

A Secretaria Municipal de Saúde informou que a campanha estará suspensa, pelo menos, até essa sexta-feira (30). A prefeitura disse que aguarda a chegada de novas doses para que o trabalho seja retomado.

De acordo com o município, 3.275 pessoas estão com a 2ª dose atrasada.

O problema da falta de segunda dose nos estados acontece depois de o Ministério da Saúde, então dirigido pelo general Eduardo Pazuello, ter recomendado o uso de todo o estoque da vacina como primeira dose após “garantia da segurança das entregas por parte dos fornecedores”. Depois, mudou a orientação ao recomendar reserva de imunizantes.

Além das cidades de Mato Grosso, cidades de ao menos 18 estados suspenderam a aplicação da 2ª dose da CoronaVac por falta de imunizante nesta semana.

A CoronaVac tem de ser aplicada em um intervalo de até 28 dias. Se houver atraso, a orientação é tomar o quanto antes e o atraso, segundo o Ministério da Saúde, não compromete a imunização da população.

O imunizante do Instituto Butantan é a principal vacina do programa nacional de imunização contra a Covid-19: corresponde a 76% das vacinas aplicados na população brasileira, segundo dados do Ministério da Saúde.

console.log(‘Aud01’);