O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou durante a manifestação da direita em Mato Grosso neste feriado de 1º de Maio, dia do trabalhador, que será candidato a reeleição em 2022. Bolsonaro confirmou durante uma live, em Cuiabá, que irá sim disputar à reeleição em 2022, para o cargo máximo do executivo.

“Vem aí uma pessoa que tudo fará para que nós não sejamos candidatos. Nós iremos até as últimas consequências. Confio no povo brasileiro e confio em vocês para mudarmos a atual situação em que nos encontramos. O nosso Exército é o povo brasileiro e a vocês nós devemos lealdade”, afirmou Bolsonaro.

Em Cuiabá, o evento reuniu mais de 400 veículos, de acordo com a polícia militar, criticando também a CPI da pandemia, no Senado Federal, que tenta responsabilizar o governo federal pela crise na saúde do país, mesmo após o STF determinar que governadores e prefeitos teriam autonomia para suas ações de combate ao vírus.

A manifestação levou apoiadores às ruas em todo país na defesa das pautas conservadoras: família, pátria e combate à corrupção.