Uma cadelinha chamada Regateira, de dois anos de idade, foi atropelada por um ônibus na terça-feira (26), no bairro Buriti em Cuiabá. Diante disso, o dono do animalzinho decidiu registrar um boletim de ocorrência (BO) contra a empresa “Pantanal Transportes” e o motorista do veículo. O caso ganhou grande repercussão e comoção nas redes sociais, após a postagem de um vídeo do momento exato do atropelamento, já que, o ocorrido não foi visto como um acidente, mas sim como proposital por parte do motorista.

Indignado com o que ocorreu com seu animalzinho, Adilson de Figueiredo Junior registrou um B.O. durante a tarde desta sexta-feira (29), na Delegacia Especializada do Meio Ambiente. A redação do site Mato Grosso Mais entrou em contato com o advogado de Adilson, Carlos Rafael de Carvalho, o qual afirmou que:

A intimação seria para os dois (empresa e motorista). Tem que ser instaurado o inquérito criminal e nós vamos aguardar, porque assim, a delegada vai fazer a representação. Mas enquanto membros da Comissão de Direito e Proteção de animais da OAB, vamos acompanhar também. O motorista vai ser responsabilizado, deve ser responsabilizado criminalmente e a empresa civilmente, né? Em virtude do fato de que animais não são mais objetos, é um ser da família. O animal já tinha dois anos de convivência com a família“, relatou ele.

Indignado com a situação de seu cliente, o advogado ainda completou “O cara podia até ter parado e voltado. É o que eu falei aqui, na pior das hipóteses ele não viu o cachorro, mas depois que atropelou, para e ajuda, cara“, declarou.

Confira o Boletim de Ocorrência, o depoimento do dono da vítima e o apoio da presidente da Comissão de Defesa dos Direitos dos Animais Glaucia Amaral quanto ao caso.

 boletim-ocorrencia

console.log(‘Aud01’);