São números bastante preocupantes registrados pela Central Regional de Regulação em Rondonópolis. As informações na manhã desta sexta-feira (16), são de que dos 60 leitos UTI Covid-19, 55 estão ocupados. Sendo que, 36 pacientes são Rondonópolis e 19 de outros municípios. Desta forma, o município que é polo regional no setor de saúde tem apenas 05 leitos vagos.

A preocupação fica por conta de uma possível reclassificação no nível de risco do município, a ser analisado pela Vigilância Sanitária do Estado de Mato Grosso (VISA/MT).
No início da semana o município saiu da classificação de ‘Risco Muito Alto’ para ‘Risco Alto’ em função de que o índice de ocupação de leitos variava entre 68% a 94%, e tinha naquele dia, terça-feira (13), 8 vagas de UTI Covid disponíveis.

Foi exatamente esse é o critério utilizado pela Visa para mudar a classificação de Rondonópolis, e que provocou uma flexibilidade no decreto, possibilitando inclusive, as atividades não essenciais a funcionar das 5 horas da manhã às 8 horas da noite.
Com o quadro atual, e se permanecer assim para mais grave, o decreto pode mudar mais uma vez. Rondonópolis corre sério risco de retroagir na classificação.
Enquanto isso a prefeitura e outros órgãos ligados à Saúde Pública, pedem a colaboração da população evitando principalmente as aglomerações.

console.log(‘Aud01’);