O deputado estadual, Eduardo Botelho (DEM), afirmou na manhã desta terça-feira (23), que não acredita que o projeto que será proposto pelo governador, Mauro Mendes (DEM), passe pela Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT).

Segundo ele, há uma dificuldade para se conseguir os 13 votos necessários para a aprovação da antecipação de feriados no Estado.

“Eu acredito que não vai ter [votos para aprovação] porque hoje não tem. Depende da conversa que vai ter. Eu estou sentido dos deputados que há muita gente contra”, disse ele.

Ao ser questionado se votaria a favor ou contra a proposta do governador, o parlamentar disse que, “Nem contra, nem a favor”, concluiu Botelho.

O governador de Mato Grosso, Mauro Mendes (DEM), enviou à Assembleia Legislativa uma proposta para antecipar cinco feriados, a partir desta sexta-feira (26). Com isso, como a próxima sexta-feira é Sexta-Feira Santa, o total seria de dez dias de “feriadão”. Muitos parlamentares, no entanto, já se posicionaram contra a medida. O projeto deve ser enviado e votado ainda nesta terça-feira (23).

Deputado Dr. João

Já o deputado estadual Dr. João se posicionou antes da sessão e disse ser contra a antecipação de feriados, pois segundo ele, a aprovação irá resultar na manifestação da população nas ruas.

“99,9% do interior é contra e [eles] vão para a rua. Tangará já saiu carta aberta da população, meu telefone não para de tocar desde quatro da manhã e ontem foi até meia noite. Pessoas do estado inteiro, prefeitos, vereadores, e o segmento do comércio, indústria e todo mundo”, afirmou ele.

EM ATUALIZAÇÃO

 

console.log(‘Aud01’);