ALMT

O deputado estadual Delegado Claudinei (PSL) presidiu, nesta quarta-feira (24), a 6° reunião extraordinária da Comissão de Segurança Pública e Comunitária da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT). Na oportunidade destacou as ações desenvolvidas junto aos outros parlamentares integrantes, como a promoção de reuniões com 12 representantes da segurança pública e a visita aos 13 polos regionais da Região Integrada de Segurança Pública de Mato Grosso (Risp) que deram um norte sobre os trabalhos realizados e a identificação dos problemas enfrentados pelas forças de segurança.

Ele considerou que essas iniciativas, neste último ano, foram diferenciadas devido serem inéditas, conforme o histórico, pela Comissão de Segurança do parlamento estadual. Também, ressalvou que essa metodologia permitiu ter uma concepção bem abrangente da realidade vivenciada pelas instituições de segurança pública existentes em Mato Grosso.

“Um dos aspectos que mais despertou a nossa atenção, foi a falta de efetivo nas instituições – principalmente nas polícias civil e militar. Agora, estamos lutando para o lançamento de editais para concursos públicos com emenda na Lei Orçamentária Anual de 2021. Claro que neste período, mantivemos a nossa luta, tanto para a nomeação de aprovados nos concursos de delegado de polícia, como, também, para os Sistema Penitenciário e Socioeducativo e a Politec (Perícia Oficial e Identificação Técnica)”, declara Claudinei.

Comissão AL

O parlamentar adiantou que na próxima reunião, no início de março, ele passará o cargo de presidente da Comissão ao deputado estadual João Batista (Pros). “A gente já tinha um acordo desde 2019, em que o deputado Sargento Elizeu (PSL) assumiria a presidência no primeiro ano, eu seria em 2020, e o João Batista que é policial penal seria para este ano. Na verdade, nós três, representamos a segurança pública na Assembleia. Eu acho que realmente se não for como presidente, eu pretendo continuar como um membro e colaborar nos trabalhos – tanto em projetos como para demandas externas que recebemos”, explica.

Claudinei entregou um relatório com todas as ações realizadas pela Comissão de Segurança ao governador de Mato Grosso, Mauro Mendes (DEM), em fevereiro deste ano, como, também, ao secretário de Segurança Pública de Mato Grosso (Sesp), Alexandre Bustamante, para terem todas as informações sobre as situações que necessitam de atenção por parte do governo estadual para as devidas soluções e contribuir com as forças de segurança pública.

Resultados

Além do Delegado Claudinei que preside a Comissão de Segurança, também integram o vice-presidente Silvio Fávero (PSL), os membros titulares Ulysses Morares (PSL), Elizeu Nascimento (PSL) e Thiago Silva (MDB). Neste último ano, foram realizadas 11 reuniões extraordinárias, com a apreciação de 92 projetos de leis.

Uma das intermediações realizadas pelos integrantes que garantiram benefícios para a segurança pública de Mato Grosso, foi a aquisição de mil armas Glock que foram distribuídas 200 para polícia civil e 800 para a polícia militar. Também, foram atendidas pelo governo estadual, 63 indicações para disponibilizar viaturas para atender as forças de segurança. Outros resultados obtidos, envolvem a disponibilização de mil testes da Covid-19 aos servidores da segurança pública e doação de tintas para a reforma da Academia da Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso (PJC).

“Dever cumprido com o apoio de todos os envolvidos, minha assessoria jurídica e de imprensa, os deputados integrantes e servidores da Comissão de Segurança Pública. Apesar de ser um ano atípico com a pandemia da Covid-19, conseguimos fazer 13 viagens nos polos regionais que envolvem praticamente 129 municípios. Isso era uma programação que eu havia feito, logo que assumisse a presidência, bem, como, ouvir os representantes da segurança pública. A gente conseguiu conciliar e terminar com produtividade os trabalhos da Comissão”, avalia Claudinei.

Risp – A Comissão de Segurança realizou as visitas aos polos regionais entre os meses de junho e dezembro de 2020, sendo que foram atendidos os municípios de Barra do Garças, Primavera do Leste, Rondonópolis, Nova Mutum, Cáceres, Água Boa, Juína, Pontes e Lacerda, Tangará da Serra, Alta Floresta, Guarantã do Norte, Sinop e Vila Rica.