Um estudante do Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT), campus São Vicente, identificado como Gustavo Henrique da Silva Macedo, de 16 anos, foi baleado pelo amigo de infância de 15 anos, com um tiro de espingarda no rosto, no sábado (20), no Assentamento Santo Antônio da Fartura, zona rural de Campo Verde (131 km de Cuiabá).

A família da vítima realizou uma manifestação na cidade, pedindo Justiça e que a verdade venha à tona, no último sábado (27).

O primeiro atendimento da ocorrência foi feito pela Polícia Militar (PM). A situação era confusa, havia um grupo grande de pessoas no local e ninguém sabia explicar o que aconteceu.

Aos militares foi informado que um adolescente teria fugido do local. Diante da situação, os policiais acionaram a Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) e a Polícia Judiciária Civil (PJC).

Segundo a PJC, horas depois da morte de Gustavo o amigo se entregou na delegacia e alegou ter sido um disparo acidental. Ele contou que limpava a arma, momento em que a espingarda foi acionada.

A irmã de Gustavo, Nayara Alves, disse que o caso está muito estranho, pois o amigo de seu irmão apresenta uma postura fria, como se nada tivesse acontecido.