Reprodução

O Grupo Especial de Fronteira (Gefron) prendeu na sexta-feira (12) um venezuelano que estava foragido da Justiça. Ele é acusado de comandar uma facção criminosa em Roraima.

A prisão foi realizada em Cáceres (225 km a oeste de Cuiabá), próximo da fronteira com a Bolívia. O venezuelano de 27 anos é suspeito de participar da liderança do Primeiro Comando da Capital (PCC) em Roraima.

Leia também – Polícia cumpre mandado de prisão de pai que estuprava filha

O grupo comandado por ele foi responsável por vários crimes com requintes de crueldade. Grupo foi investigado pela Operação Triumphus, deflagrada pela Polícia Federal em julho de 2020.

Entre os crimes investigados pela PF cometidos pelo grupo ao qual o venezuelano preso em Mato Grosso lidera estão a morte de um indígena a pedradas e o latrocínio de um comerciante.

O suspeito preso tem passagens criminais por homicídio, furto e tráfico de drogas. Ele foi encaminhado para a Delegacia Especializada de Fronteira (Defron), em Cáceres.