O governador Mauro Mendes enviou uma mensagem a todos os 141 prefeitos de Mato Grosso na qual pede uma atuação mais firme para que os dados sobre a vacinação contra a covid-19 sejam inseridos no sistema do Ministério da Saúde.

A mensagem foi encaminhada na manhã desta quarta-feira (31.03), em razão de Mato Grosso figurar em último colocado no ranking de vacinação dos estados, divulgado pelo consórcio de imprensa.

Mauro Mendes destacou que dentro do Plano Nacional de Imunização (PNI), o Governo de Mato Grosso é responsável por receber e distribuir as vacinas aos municípios mato-grossenses. E isso tem sido feito: das 447.960 doses enviadas pelo Ministério da Saúde, o Estado já distribuiu 445.995 doses às Regionais de Saúde – 99% do total.

Porém, é papel de cada prefeitura fazer a aplicação da vacina na população, bem como informar o status da vacinação dentro do sistema do Ministério da Saúde.

“Quero pedir a colaboração e atuação mais firme dos prefeitos nessa campanha de vacinação. É muito ruim para o estado de Mato Grosso passar para todo mundo na mídia que é o estado em último lugar. A nossa função é receber as vacinas, fazer a logística e fazer chegar aos municípios. Feita a vacinação, o pessoal precisa alimentar o sistema do ministério. Peço que os senhores prefeitos orientem, cobrem, ajudem os seus secretários de Saúde para que as secretarias, quando vacinarem, alimentarem o sistema do Ministério da Saúde”, explicou.

Conforme o chefe do Executivo Estadual, os dados do Ministério da Saúde mostram que há prefeituras de Mato Grosso que estariam vacinando pouco em relação à quantidade de doses recebidas.

“Pelos dados oficiais, nós estamos com prefeituras com 15%, 20%, 30% de vacinação das doses que recebeu, enquanto há municípios com 70%, 80%, 90%.  Nitidamente existe algum problema de alimentação do sistema. Acredito que está todo mundo aplicando. Mas tem que aplicar e alimentar o sistema”, pontuou.

console.log(‘Aud01’);