Da assessoria

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Max Russi (PSB), disse nesta sexta-feira (5), que solicitou do governo do Estado a ampliação do programa “Ser Família”, para atender o maior número de famílias em vulnerabilidade econômica em Mato Grosso. Atualmente, o projeto que visa a transferência de renda atende idosos, pessoas com deficiência, crianças e mulheres vítimas de violência doméstica.

O Ser Família, antes intitulado Pró Família, de iniciativa do deputado, está presente hoje em 25 municípios e o objetivo, conforme o presidente da Casa de Leis é triplicar e conseguir alcançar sua totalidade, isto é, as 141 cidades. Max Russi, argumenta que o Executivo estadual é capaz de atender a demanda, tendo em vista que possui um orçamento de um pouco mais de R$ 20 bilhões.

“É uma ação muito importante, coordenada pela primeira-dama, Virgínia Mendes e que dará suporte às pessoas que precisam de ajuda nesse momento. Eu defendo que o governo federal volte com o auxílio emergencial, mas também o governo do estado tem condições de arcar com esse suporte financeiro, já que o orçamento de Mato Grosso é de um pouco mais de 20 bilhões. Um valor de R$ 50 milhões acaba sendo um pequeno recurso, mas que pode atender de 30 a 40 mil famílias em extrema necessidade”, disse Maxi Russi ao falar sobre o orçamento investido nessa primeira etapa do programa.

Confira o vídeo abaixo: