A personal trainner Helen Christy Lesco, 41 anos, esposa do ex-chefe da Casa Militar, coronel Evandro Lesco, morreu neste domingo (25), por volta das 21 horas, vítima de uma parada cardíaca. Helen teria passado mal e sofrido uma primeira parada cardíaca em casa.

Ela estava internada no Hospital São Mateus, no bairro Bosque da Saúde, em Cuiabá. A personal foi socorrida pelo marido que teria feito massagens cardíacas e a levado ao hospital.

Ela deu entrada na unidade de saúde com vida, porém, sofreu uma segunda parada cardíaca e não resistiu. Helen também era muito conhecida por ser uma excelente profissional na área de educação física.

Helen Christy Lesco ficou muito conhecida após ter sido presa preventivamente na Operação Esdras – deflagrada pela Polícia Civil – que apurou esquema de escutas telefônicas ilegais em Mato Grosso para ouvir políticos, advogado e empresários, na gestão do ex-governador Pedro Taques.

À época, Evandro Lesco também estava preso como um dos líderes da Grampolândia. A personal foi presa determinação do desembargador Orlando Perri, do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, no dia 27 de setembro, por suposto crime de obstrução à Justiça para ‘minar’ as investigações sobre esquema de grampos.

console.log(‘Aud01’);