O governo de Mato Grosso celebra, já que, o Ministério da Saúde garantiu que o estado receberá o montante de 113.250 mil doses de vacinas do tipo Astrazeneca e Coronavac, até o fim de semana de páscoa.

Somado a isso, em nota técnica a pasta de saúde nacional autorizou a iniciação da imunização dos profissionais que atuam na área de segurança pública no estado. O pronunciamento de todas essas novidades veio por intermédio do secretário de saúde mato-grossense, Gilberto Figueiredo, durante a tarde de quarta-feira (31).

Diante de um cenário cada vez  mais complexo devido aos altos índices de contaminação e mortes pelas cidades de todo o corpo estadual, o governo felizmente consegue receber novas doses de vacina para tentar conter o avanço do Coronavírus.

O braço direito de Mauro Mendes (DEM) frente a pandemia, relata: “Acabamos de ser informados pelo Ministério da Saúde, nós devemos receber a partir de amanhã e neste fim de semana 113 mil doses de vacinas, destas são 9.250 da vacina astrazeneca e 104 mil da vacina coronavac destinada ao Estado de Mato Grosso“, conta o secretário de saúde.

Mas a grande novidade que consola e dá maior calma ao coração daqueles que estão diariamente nas ruas defendendo a população é que: Funcionários públicos de segurança poderão começar o processo de imunização a partir do recebimento dessa nova quantia de doses segundo o Ministério da Saúde dirigido por Queiroga.

Figueiredo comemora e relata: “Nessa nova nota técnica o Ministério da saúde já autoriza iniciar a imunização dos profissionais que atuam na força de segurança, dessa pauta já tem destinado 6% para a imunização dos profissionais da área de segurança, tendo aí as forças da Polícia Militar, e também das Forças Armadas“, anuncia o secretário.

Além disso, o gestor da pasta estadual aproveitou a oportunidade para “puxar a orelha” dos representantes de cada município e seus secretários dada a necessidade de que o processo de vacinação seja registrado: “Ontem realizamos uma reunião com 140 municípios, com secretários municipais, enfatizando a importância de fazer os registros que entregam ao Ministério da Saúde. Dose de vacina realizada é aquela que existe registro no sistema nacional. Nós vamos aplaudir todos os municípios que estão se empenhando para que agente melhore no nosso estado de Mato Grosso“, finaliza Figueiredo.

console.log(‘Aud01’);