A Prefeitura de Cuiabá se manifestou na manhã desta terça-feira (20), sobre à notificação do Tribunal de Contas do Estado (TCE-MT) a respeito de possíveis casos de vacinação de pessoas registradas como mortas na Capital.

O Palácio Alencastro junto com a SMS informou que irá analisar todo o banco de dados e, encaminhará manifestação ao TCE no prazo de 15 dias, concedido pelo órgão de controle.

A Secretaria Municipal de Saúde de Cuiabá (SMS) informa que  recebeu a notificação e encaminhou para a coordenação da campanha de vacinação contra a covid-19, que já está fazendo o levantamento necessário para apurar a situação.

“A SMS destaca que, desde o dia 20 de janeiro, já aplicou quase 90 mil doses da vacina contra a covid-19, sempre prezando pela seriedade e transparência, que pode ser observada, por exemplo, com o acesso ao sistema que armazena os dados da vacinação concedido ao TCE, ao Ministério Público do Estado, à Câmara Municipal e também será concedido à Polícia Judiciária Civil”, consta na nota.

O levantamento 

O TCE-MT, por meio da Secretaria de Controle Externo (Secex) de Saúde e Meio Ambiente, identificou possível fraude mediante utilização de dados de falecidos para vacinação contra Covid-19 de 27 pessoas em 22 municípios de Mato Grosso.  A partir da constatação dos casos suspeitos, a Corte de Contas notificou as prefeituras para esclarecimentos.

O resultado preliminar do acompanhamento simultâneo especial foi obtido com base no cruzamento de dados do Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações (SI-PNI), referentes à vacinação contra Covid-19 de 18 de janeiro a 15 de março, e do Sistema Informatizado de Controle de Óbitos (Sisobi).

LEIA MAIS: TCE identifica possíveis vacinação de pessoas registradas como mortas em MT

console.log(‘Aud01’);