A pedagoga Rógena Bucair Nogueira morreu aos 53 anos neste sábado (15) vítima da Covid-19, em Cuiabá. Ela trabalhava como coordenadora infantil em um colégio tradicional na capital mato-grossense.

Rógena era filha do pesquisador, agrimensor e espeleólogo Ramis Bucair. Ramis era proprietário de um museu de pedras que leva o nome dele, em Cuiabá.

Em nota, o colégio lamentou a morte da coordenadora, decretou luto e suspendeu as aulas da instituição na segunda-feira (17).

Um cortejo saiu do hospital Jardim Cuiabá, onde ela estava internada, e seguiu para o Cemitério da Piedade, em Cuiabá, onde ela foi enterrada.

Família Bucair

A família Bucair é considerada tradicional em Cuiabá. Em janeiro outros dois membros também faleceram por causa do coronavírus.

A aposentada Ilma Bucair, de 79 anos, morreu no dia 21 de janeiro, em Cuiabá. Ela era casada com o ex-superintendente bancário Joazir Bucair, de 83 anos, que morreu no dia 3 de janeiro também por Covid-19.

Ramis Bucair, que fundou o Museu de Pedras em Cuiabá, faleceu em dezembro de 2011 — Foto: TVCA/Reprodução

TVCA/Reprodução

Joazir era irmão de Ramis Bucair.

O Museu de Pedra Ramis Bucair, localizado no centro da cidade, tem em seu acervo mais de 4 mil peças arqueológicas, entre pedras preciosas e fósseis encontrados em Mato Grosso. Bucair tinha 78 anos e morreu em 2011 vítima de câncer.

Covid-19 em MT

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta sexta-feira (14), 380.948 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 10.359 mortes em decorrência do coronavírus.

Foram notificadas 1.020 novos casos de Covid-19 e 32 mortes nas últimas 24 horas. Dos 380.948 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 8.710 estão em isolamento domiciliar e 360.329 estão recuperados.

console.log(‘Aud01’);