O prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), estuda recorrer à liminar determinada pelo desembargador Orlando Perri do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, impondo que o chefe do Executivo cuiabano, acate o decreto estipulado pelo governador Mauro Mendes (DEM), durante a reunião com prefeituras e instituições na manhã de segunda-feira (1).

Diante do embate ‘Governo X Prefeitura’ cabe a população se manter bem informada para não correr o risco de pagar multa, já que a Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso aprovou na terça-feira (2), retaliações com base em multas para pessoas físicas e estabelecimentos caso não sejam cumpridas as medidas estipuladas pelo governador.