Desde o início do mês passado que se comenta nos bastidores da política em Rondonópolis (210 km de Cuiabá), que deve haver uma reunião entre o Prefeito José Carlos do Pátio (SD) e a cúpula do MDB, comandado em Mato Grosso pelo deputado federal Carlos Bezerra. Porém, o que não está sendo colocado de forma clara seria o contexto desta reunião, os interesses de ambas as partes.
Tudo começa a fazer mais sentido desde a última semana de fevereiro quando o prefeito de Rondonópolis, José Carlos do Pátio, foi destituído de seu cargo de presidente do partido no estado, onde ocupava a cadeira já há seis anos.
À princípio as informações seriam de que o MDB pleiteava uma secretaria ou mais, junto à administração municipal. Contudo, há também quem garanta que o partido de Bezerra tenha interesse na filiação de José Carlos do Pátio, ou melhor, no retorno dele à antiga casa. Zé Carlos foi filiado ao então PMDB por 30 anos, deixou o partido em 2015 porque rompeu com Bezerra. Desde então, o prefeito de Rondonópolis engrossa as fileiras do Solidariedade.
Diante da atual situação de Zé Carlos do Pátio dentro de seu partido, ou seja, posto à escanteio, é que comenta-se que Carlos Bezerra não perderia tempo em resgatar o filho pródigo. Afinal de contas, José Carlos do Pátio é uma figura carismática e que conta com grande força e prestígio no cenário político local, estadual e federal.
O interesse de Bezerra seria, claro, visando as eleições do ano que vem. Há quem garanta que Zé Carlos do Pátio pretende alçar voos mais audaciosos, rumo à Câmara Federal, ou até mesmo ao Palácio dos Paiaguás.
Vale ressaltar que Carlos Bezerra, que muito já contribuiu  para o desenvolvimento de Rondonópolis e de todo o estado de Mato Grosso, está perto de se aposentar na vida pública, onde se mantém por mais de quatro décadas. Sua primeira vitória foi em 1975 eleito deputado estadual por Mato Grosso. Porém, ocupar a vaga a ser deixada por Bezerra já é outra história, mesmo porque já tem muita gente de olho nesse posto.
De toda forma, voltar para a antiga casa, o MDB, seria, nesse momento bastante positivo para José Carlos do Pátio, segundo os cientistas políticos de plantão.

Já em relação às secretarias municipais em Rondonópolis, mesmo alguns correligionários afirmando que não, há quem garanta que o MDB continua na negociação. A menina dos olhos seria a Secretaria Municipal de Saúde. É possível que algumas peças ainda sejam mexidas nesse tabuleiro.