Reprodução

Após conquistar o acesso à primeira divisão do Campeonato Brasileiro, o Cuiabá Esporte Clube recebeu, nesta quarta-feira (03.02), do conselho do Sistema Fecomércio/Sesc/Senac/IPF-MT, presidido por José Wenceslau de Souza Júnior, uma placa homenageando o time da capital pelo acesso à Série A. O presidente do clube, Alessandro Dresch, recebeu a homenagem na sede da Federação.

O presidente do Sistema Comércio em Mato Grosso destacou a importância de ter um time na elite do futebol brasileiro. “A entidade representativa do setor reconhece a importância desse feito e sabe das dificuldades que é administrar uma empresa. Por isso, o que puder ser feito pela Fecomércio, por meio das estruturas do Sesc e Senac, estaremos à disposição”, disse José Wenceslau.

O superintendente da Fecomércio-MT, Igor Cunha, reforçou o interesse do Sistema em contribuir, agora, pela permanência do clube na primeira divisão do campeonato. “Na Fecomércio-MT está a base do comércio mato-grossense. Será uma satisfação contribuir com esse time, já que é um dos clubes mais novos a competir na elite do futebol brasileiro”.

Já os conselheiros destacaram os benefícios de ter um time disputando na elite do futebol e, consequentemente, sediando jogos na capital. “Serão 19 jogos disputados em Cuiabá e isso movimentará o comércio, turismo, além de fomentar bares e restaurantes da região. Desejamos que essa conquista permaneça, para o bem do empresariado local”, disse o conselheiro e presidente do Sindicato de Calçados e Couros de Mato Grosso (Sincalco-MT), Júnior Macagnam.

“Mato Grosso já é conhecido mundialmente pelo agronegócio. Agora o estado passa a ser reconhecido, também mundialmente, pelo time de futebol, pois o campeonato é vendido para vários países. O mundo vai passar a ver a cidade de Mato Grosso e, de forma direta e indireta, mais uma vez, isso vai enaltecer o empresariado mato-grossense”, disse o presidente do Sindicato da Habitação (Secovi-MT), Marco Sérgio Pessoz.

O presidente do clube, Alessandro Dresch, agradeceu o conselho pela homenagem e disse que todo o trabalho feito tem como objetivo o resgate da população cuiabana, e até mato-grossense, em voltar a gostar do futebol local. “Vamos ser assistidos pelo mundo todos e para continuar com esse bom futebol, que é o que se exige dos times da primeira divisão, vamos precisar de todo o apoio e ajuda necessário”.