O Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE/MT) tem maioria formada para cassar o mandato do deputado estadual Carlos Avallone (PSDB). A Corte já tem 4 votos para confirmar a cassação, por abuso de poder econômico nas eleições de 2018.

Agora resta aguardar a devolução do processo, pois o juiz Armando Biancardini Candia pediu vista e julgamento foi adiada.

Votaram para cassar o deputado os juízes Fábio Fiorenza e Bruno D’Oliveira Marques, além dos desembargadores Sebastião Barbosa e Gilberto Giraldelli.

Já os juízes Jackson Coutinho e Gilberto Bussiki aguardam fim do período de pedido de vista de Armando Biancardini para proferirem votos.

Após a conclusão do julgamento no TRE, o deputado deve permanecer no cargo, já que pode recorrer ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Na campanha de 2018, a Polícia Federal aprendeu quase R$ 90 mil em dinheiro, juntamente com santinhos do deputado estadual.

console.log(‘Aud01’);