Dos 21 hospitais de Mato Grosso que tratam pacientes com a Covid-19, oito estão com as Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) 100% ocupadas nesta segunda-feira (1°), conforme o painel de casos divulgado da Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT).

Outros seis hospitais especializados no atendimento de casos da doença, estão com a ocupação de leitos de UTI acima de 90%. Três estão com ocupação maior que 80%, dois acima de 70% e outros dois com 50%.

Conforme o painel, o Hospital Municipal Coração de Jesus, em Campo Verde, a 139 km de Cuiabá, é a unidade com a maior superlotação nas UTIs. No local, foram disponibilizados 10 leitos para Covid-19, no entanto, devido a demanda, foi necessário improvisar mais três leitos, chegando a uma taxa de 130% de ocupação.

Em seguida, com 120% das UTIs ocupadas, está o Hospital Regional Irmã Elza Giovanella, em Rondonópolis, região sudeste do estado. São 12 pacientes internados em UTIs, dois a mais do que a capacidade prevista na unidade.

Oito hospitais de MT estão com UTIs superlotadas — Foto: SES-MT/Reprodução

Os hospitais municipais São Lucas, em Primavera do Leste, e oMilton Pessoa Morbeck, em Barra do Garças, estão com 115% e 114% de ocupação, respectivamente.

Atualmente, os leitos ocupados em todo o estado chegam a 87,95%.

A ocupação estava em 91% no início da manhã desta segunda-feira, mas, como a SES-MT criou mais 20 leitos no Hospital Estadual Santa Casa, esse percentual caiu para 87%.

A Santa Casa passou a ter 50 leitos de UTI para tratamento de Covid-19, além dos 65 leitos de enfermaria. A taxa de ocupação na unidade é de 56%.

Casos de Covid-19

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde deste domingo (28), 250.889 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 5.806 óbitos em decorrência do coronavírus no estado.

Foram notificadas 363 novas confirmações de casos de coronavírus e 17 mortes pela doença nas últimas 24 horas no estado. Dos 250.889 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 8.509 estão em isolamento domiciliar e 235.269 estão recuperados.

Novo decreto

Um novo decreto de prevenção à Covid-19 foi assinado pelo governador de Mato Grosso, Mauro Mendes (DEM), nesta segunda-feira (1º), durante reunião com autoridades do Legislativo, Judiciário e prefeitos. As medidas passam a valer nessa terça-feira (2).

  • fechamento do comércio das 19h às 5h, de segunda a sexta;
  • fechamento do comércio às 12h aos sábados;
  • fechamento total do comércio aos domingo;
  • toque de recolher a partir de 21h.

As regras não valem para farmácias, estabelecimentos de serviços de saúde, funerárias, postos de gasolina (exceto conveniências) e indústrias.

Multa e medidas de segurança

Também está prevista a multa de R$ 180 para pessoa física e com valor proporcional para empresas de acordo com a aglomeração e desrespeito ao toque de recolher.

Nos horários permitidos, as atividades econômicas deverão respeitar as medidas de segurança, como o uso de máscara, distanciamento e limitação de 50% da capacidade máxima do local.

Participaram da reunião o governador, secretários de estado e representantes do Tribunal de Justiça, Assembleia Legislativa, Tribunal de Contas, Ministério Público, Defensoria Pública e outras instituições.