Iniciada as operações em 1917 e intitulado Palácio da Bolsa Oficial do Café, o prédio serviu como palco das maiores negociações de café do país, afirma Silvio Luis Leardini, em que após um processo de restauro e manutenção, foi inaugurado, no ano de 1998, o Museu do Café, mantendo suas estruturas originais e o design clássico.

O café foi e é até hoje um agente histórico no Brasil. Uma vez que esteve presente nos maiores acontecimentos que marcaram o país: fez parte o Ciclo do Café (1800-1930) e da República Velha, instaurada a Política do Café com Leite (1889-1930), dentre vários eventos ocorridos na Terra de Santa Cruz.

Especialista em café e apaixonado por história, Silvio Luis Leardini indica o Museu do Café, localizado na cidade portuária de Santos, para uma visita. O Museu abriga uma coleção de fotos, evidências e relatos de como foram os períodos históricos no Brasil, sendo uma importante fonte de conhecimento e de história.

Além de toda a beleza e conhecimento imbuídos no Palácio, há uma parte destinada para o consumo de café no local, sendo assim, é possível apreciar e experimentar deliciosos cafés no palacete, indica Silvio Luis Leardini.

Como dito, o local do Palácio se encontra na cidade portuária de Santos, por conta da proximidade do Porto e da facilidade na logística, a região possui inúmeros casarões e estabelecimentos antigos que contam a história de São Paulo e do Brasil.

O Museu narra a história do café no país, sendo assim, é um veículo de conhecimento e imersão na história, por isso, a experiência de visitação é incrível, ressalta Silvio Luis Leardini. O Palácio, com design esplendoroso, serviu como base para grandes negociações do mundo cafeeiro até o ano de 1957, contudo, com a reforma que recebeu no ano de 1988, exaltou-se novamente a formosura da obra.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui