Você já ouviu falar no termo “princípio ativo”? O empresário Manoel Conde Neto, proprietário da Farma Conde, pensa que o conceito está basicamente relacionado com as moléculas de determinada substância que possuem efeitos terapêuticos. Pensando nisso, se você deseja entender melhor esse conceito e a importância dele na área da farmácia, esse artigo foi feito para você! 

Sabemos que o ato de procurar por substâncias ou produtos que possuem função de cura, é algo realizado desde o período da Idade da Pedra — uma vez que as enfermidades humanas sempre estiveram presentes na sociedade. Nesse contexto, o chamado princípio ativo também recebe o nome de fármaco, e é a substância responsável por exercer a “cura”, ou melhor dizendo, a melhora nos quadros clínicos. 

Agora que você entendeu esse termo, sabe onde ele está presente? Basicamente, como assimila o empresário Manoel Conde Neto, o princípio ativo está presente em tudo que é consumido, seja alimentos, plantas e medicamentos. Assim, de forma resumida, trata-se do composto responsável pela ação medicinal, sabendo disso, confira abaixo como essa substância atua nas propriedades farmacêuticas de cada um desses produtos.

Alimentos

Quando algum alimento possui ação medicinal, ele passa a ser denominado alimentos funcional. Sendo assim, além das funções nutricionais atreladas a ele, podemos também usufruir dos seus benefícios à saúde, tais quais: melhora do colesterol, diminuição do índice de glicemia, auxílio no tratamento de doenças crônicas e outras vantagens proporcionadas ao organismo. Podemos citar como um dos mais conhecidos princípios ativos alimentares, o seguinte: ácidos graxos — função anti inflamatória e auxilia na redução do colesterol LDL.

Plantas

As chamadas plantas medicinais possuem, em sua composição, substâncias responsáveis pela sua atividade farmacêutica. Dentre os locais que podem ser encontrados, estão: caule, folhas, sementes, raízes ou flores. Na visão do empresário Manoel Conde Neto, alguns dos princípios ativos encontrados nas plantas que são  muito importantes para a área da medicina são: os alcalóides, que possuem propriedades calmantes, analgésicas e sedativas; os antraquinonas, que auxiliam no quesito digestivo, com propriedade purgante; e os chamados flavonoides, que por sua vez possuem efeito anti-inflamatório, auxiliando também no sistema cardiocirculatório.

Medicamentos

Neste caso, na perspectiva do empresário Manoel Conde Neto, o fármaco presente nos medicamentos são estipulados por meio de fases laboratoriais, onde é sintetizado a depender de diversas questões, que vão desde os efeitos terapêuticos esperados, até os critérios farmacocinéticos e farmacodinâmicos. Dentro dessa área de medicamentos, o princípio ativo passa a possuir tipos, sendo eles: classe química, classe terapêutica, alvo molecular e especificidade. Viu como é importante saber o que é responsável pela ação farmacêutica nos produtos que consumimos? 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui